ACESSO RESTRITO
REDES SOCIAIS

Notícias

Igeprev realiza capacitação previdenciária para servidores do Instituto

17/12/2019 - Morgana Taíse/Governo do Tocantins

Com uma gestão integrada com o governo do Tocantins e comprometida com o segurado, o Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev) realiza a partir desta, terça-feira, 17 e prossegue até a sexta-feira, 20, uma capacitação para os servidores da área da previdência do Instituto.

A finalidade do curso é a de capacitar os servidores do Instituto sobre a nova previdência dos servidores públicos, além de atualizar sobre as perspectivas das reformas previdenciárias, especialmente sobre a Emenda Constitucional nº 103/2019 que trata da Reforma da Previdência.

Fazem parte do cronograma de estudo assuntos como: contribuição previdenciária: ordinária e extraordinária; alíquota; aposentadoria por invalidez; aposentadoria compulsória; aposentadoria voluntária; aposentadoria especial; aposentadoria dos professores; pensão por morte; regras convencionais e de transição, dentre outros assuntos.

Para o presidente do Igeprev Sharlles Fernando Bezerra Lima, a capacitação é uma oportunidade de socializar com os servidores do Órgão as principais mudanças e adequações que versam sobre a Reforma Previdenciária. “Trata-se de um importante momento para a previdência, e o Instituto deseja contribuir de maneira significativa com seus beneficiários” ressalta.

Emenda à Constituição - nº 103/2019

Permite que os estados, o Distrito Federal e os municípios adotem em seus Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) as mesmas regras aplicáveis ao Regime Próprio da União.

A aplicação aos RPPS dos estados, Distrito Federal e municípios das mesmas regras de benefícios dos servidores federais previstas na EC nº 103 de 2019 exige a edição de normas pelos entes federativos. A edição dessas normas é fundamental para a busca do equilíbrio financeiro e atuarial do RPPS, isonomia de tratamento entre os segurados de RPPS dos mais de 2.100 entes federativos, facilitando a compensação financeira entre os regimes.